quinta-feira, 16 de junho de 2011




Evitei falar para que eu não chorasse, então resolvi escrever, sobre tudo. E confesso, isso tem me livrado de tudo o que há dentro de mim, nem que seja por um instante. E eu gosto, porque quando escrevemos podemos ser nós mesmos, sem medo, sem barreiras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário